Dormir pouco pode levar ao envelhecimento precoce da pele

 

 

 

Mulheres que dormem pouco apresentam sinais de envelhecimento prematuro da pele e uma diminuição na capacidade de sua pele se recuperar após a exposição solar.


A conclusão é de pesquisadores University Hospitals Case Medical Center, nos Estados Unidos, que analisaram 60 mulheres com idade entre 30 e 49 anos, metade das quais apresentavam problemas de má qualidade do sono.


A classificação do sono foi feita com base na duração média do sono e no Índice de Qualidade do Sono de Pittsburg, uma avaliação baseada no questionário do sono normal.


A avaliação da pele foi realizada através de testes de não-invasivos. Além disso, as participantes preencheram um diário de sono durante uma semana para quantificar a duração do sono.


Os pesquisadores usaram um sistema de pontuação para avaliar o envelhecimento da pele que incluía linhas de expressão finas, pigmentação irregular, flacidez e elasticidade reduzida.


Os resultados, apresentados no International Investigative Dermatology Meeting, na Escócia, mostraram que mulheres que dormiam pouco ou tinham má qualidade de sono apresentavam mais problemas e maior envelhecimento da pele do que aquelas que dormiam bem e pelo tempo adequado.
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes