Dormir pouco pode levar ao envelhecimento precoce da pele

 

 

 

Mulheres que dormem pouco apresentam sinais de envelhecimento prematuro da pele e uma diminuição na capacidade de sua pele se recuperar após a exposição solar.


A conclusão é de pesquisadores University Hospitals Case Medical Center, nos Estados Unidos, que analisaram 60 mulheres com idade entre 30 e 49 anos, metade das quais apresentavam problemas de má qualidade do sono.


A classificação do sono foi feita com base na duração média do sono e no Índice de Qualidade do Sono de Pittsburg, uma avaliação baseada no questionário do sono normal.


A avaliação da pele foi realizada através de testes de não-invasivos. Além disso, as participantes preencheram um diário de sono durante uma semana para quantificar a duração do sono.


Os pesquisadores usaram um sistema de pontuação para avaliar o envelhecimento da pele que incluía linhas de expressão finas, pigmentação irregular, flacidez e elasticidade reduzida.


Os resultados, apresentados no International Investigative Dermatology Meeting, na Escócia, mostraram que mulheres que dormiam pouco ou tinham má qualidade de sono apresentavam mais problemas e maior envelhecimento da pele do que aquelas que dormiam bem e pelo tempo adequado.
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo